Felipe acha que volta ao Flu em 15 dias

Abatido, o meia Felipe falou hoje sobre a entorse no joelho esquerdo, que o afastará dos gramados por aproximadamente um mês, de acordo com o médico do Fluminense, Victor Favilla. Mas, apesar da previsão, o jogador tentou esboçar otimismo e estimou em 15 dias o prazo para seu retorno. "Fiquei muito chateado, mas faz parte. Agora é levantar a cabeça, criar forças e fazer o tratamento. Quero voltar logo e recuperar a parte física no decorrer das partidas. Espero estar jogando em 15 dias", disse Felipe. Em seguida, Felipe frisou que se espelhará nos sucessivos problemas de contusão do meia Pedrinho, do Palmeiras, para superar a "má fase". "O Pedrinho, que é meu amigo, teve várias lesões graves, se recuperou e voltou a jogar um grande futebol. E meu caso ainda é mais tranqüilo porque nem precisarei operar. É só fisioterapia para reforçar o joelho." Felipe está sem atuar desde o dia 2 de março, quando agrediu com um soco o volante Marcos Mendes, do Campinense (PB), em partida válida pela Copa do Brasil. Julgado pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), foi condenado a uma suspensão de seis meses, mas obteve um benefício e teve um terço de sua pena convertida em doações de cestas básicas. Após o término, hoje, dos quatro meses restantes da punição, o atleta se preparava para retornar ao time no domingo, no clássico contra o Botafogo, pelo Campeonato Brasileiro, quando se contundiu.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.