Simone Arveda/EFE
Simone Arveda/EFE

Felipe Anderson brilha como 'garçom' em vitória da Lazio sobre a Sampdoria

Brasileiro deu assistência para os gols de Milinkovic-Savic (esq.) e Parolo

Estadão Conteúdo

10 de dezembro de 2016 | 20h30

A Lazio mantém viva a perseguição aos três primeiros colocados do Campeonato Italiano e neste sábado bateu a Sampdoria por 2 a 1, fora de casa, pela 15.ª rodada do torneio. Nos dois gols marcados pela equipe da capital, as assistências foram do brasileiro Felipe Anderson, que assumiu a liderança do fundamento no Italiano, com sete passes para gols.

Com o resultado, a Lazio foi a 31 pontos, encostando no segundo e terceiro colocados Roma e Milan, que somam 32, mas com um jogo a menos. Já a Sampdoria parou na nona posição, com 22 pontos.

O primeiro gol da partida saiu aos 40 minutos do primeiro tempo. Felipe Anderson fez boa jogada pela direita e cruzou na medida para Milinkovic-Savic, que subiu mais alto que a zaga, e mandou para as redes.

Pouco antes do intervalo, no último minuto da primeira etapa, o brasileiro acertou mais um passe decisivo. Com lançamento rasteiro, Felipe Anderson encontrou Parolo, que não teve trabalho para empurrar para fazer 2 a 0.

No finalzinho da partida, aos 44 do segundo tempo, a Sampdoria descontou. Schick bateu forte, de fora da área, no canto do goleiro Marchetti. No entanto, não havia mais tempo para buscar o empate.

Com uma semana para treinar antes do retorno do Campeonato Italiano, a Sampdoria volta a campo no próximo sábado contra o Chievo, fora de casa. No dia seguinte, a Lazio recebe a Fiorentina.

CROTONE BATE PESCARA

Em um duelo na briga contra o rebaixamento, o Crotone bateu o Pescara por 2 a 1, jogando em casa. Mesmo assim, as duas equipes seguem na degola, com nove e oito pontos, respectivamente.

Palladino abriu o placar para os anfitriões, aos 24 minutos do primeiro tempo, e Memushaj desperdiçou a chance de empatar ao perder um pênalti aos 44. A segunda etapa teve Aquilani (Pescara) e Capezzi (Crotone) expulsos. Mesmo assim, Campagnaro deixou tudo igual no marcador aos 37, e Ferrari garantiu a vitória no minuto seguinte.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.