Felipe Anderson pode ajudar Santos a ter Robinho

A boa atuação de Felipe Anderson na vitória por 2 a 0 sobre o Figueirense, no último sábado, pelo Brasileirão, poderá render dividendos ao Santos. É que um representante do Milan, acompanhado do ex-lateral brasileiro Serginho, esteve na Vila Belmiro e assistiu à boa atuação do meia, que deu o passe preciso para Patito Rodriguez marcar um gol de "letra" e ainda fez o segundo do triunfo santista. Além de Felipe Anderson, o clube italiano tem interesse no goleiro Rafael e no volante Arouca, o que aumenta a possibilidade de uma negociação para o retorno do atacante Robinho.

SANCHES FILHO, Agência Estado

19 de novembro de 2012 | 19h33

Os responsáveis pela carreira de Robinho - o pai do jogador, Gilvan, e a advogada Marisa Alija - afirmam que no momento é difícil falar sobre uma possível volta do atacante para o Santos, porque não se sabe quais são os planos do Milan para ele. E lembram que o contrato com a equipe italiana vai até junho de 2014. Mas uma fonte ligada à diretoria santista acha que a tendência é de que seja feita uma troca entre os dois clubes.

Ao mesmo tempo em que não perde as esperanças de voltar a contar com Robinho, a direção santista já trabalha para reforçar o time em outras posições. O meia-atacante Júlio Baptista, que tem 31 anos e atualmente joga no Málaga, da Espanha, é o novo candidato a ocupar a vaga de Ganso no meio-de-campo do Santos. Ele foi oferecido aos dirigentes por um empresário e o técnico Muricy Ramalho, quando consultado, deu o aval para a contratação.

"Não ouvi o nome desse jogador aqui no clube", despistou Odílio Rodrigues, ao ser perguntado nesta segunda-feira sobre o interesse em Júlio Baptista. Eugênio Mena e Rojas, ambos da Universidad de Chile, e Eron, do Atlético-GO, também estão na lista dos reforços santistas.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolSantos FCBrasileirão

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.