Felipe comemora e diz que honrou camisa do Corinthians

Há pouco menos de um ano, Felipe também foi em direção à galera, mas para pedir desculpas. O Corinthians empatava com o Grêmio, em Porto Alegre, e caía para a Série B do Campeonato Brasileiro. Neste sábado, no Pacaembu, ele caiu nos braços da torcida corintiana pelo retorno à elite, que se deu graças a vitória por 2 a 0 sobre o Ceará.Veja também: Corinthians ganha do Ceará e confirma o retorno à Série A"É um orgulho. Eu estava na equipe que caiu e agora estou no time que voltou. Nós que estávamos aqui sofremos muito naquele ano, nos chamaram de vendidos, pernas-de-pau, que não merecíamos vestir essa camisa", desabafou Felipe. "Mostramos que merecemos sim vestir a camisa."O goleiro foi acusado de marqueteiro após aquele fatídico jogo contra o Grêmio, pelo gesto de ir até a torcida e de dar entrevista dentro de campo, enquanto outros atletas choravam e iam em direção ao vestiário. Este ano, Felipe acabou ficando mais discreto. Apareceu na goleada de 4 a 0 sobre o Goiás, pela Copa do Brasil, quando chupou uvas para tirar um sarro de dirigente do rival, que havia provocado o Corinthians. "Foi uma estratégia que adotei porque tudo estava sobrando para mim. Não sei se foi certo ou errado. Só sei que honramos essa camisa e a torcida viu o quanto corremos, o quanto brigamos para voltar à Primeira Divisão. Agora, vou comemorar e ficar de bem com a vida de novo", disse.O goleiro tem contrato até 2011 com o Corinthians, e já planeja novas alegrias para a fiel torcida corintiana. "Quero ser campeão de uma competição da elite. E quem sabe da Libertadores em 2010?", disse Felipe, confiante.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.