Felipe desabafa e se despede do Fla

O meia Felipe desabafou e se despediu do Flamengo nesta terça-feira, apesar de estar escalado para a partida decisiva de domingo, contra o Cruzeiro, pela Campeonato Brasileiro. O jogador deixou evidente que não permanecerá no clube para a temporada 2005, mas confirmou que atuará contra os mineiros. ?Ficará as saudades pela amizade com os companheiros, fiz muitos amigos aqui. E espero que os jogadores jovens que ajudei possam ser felizes no Flamengo?, disse Felipe. ?Infelizmente, o futebol tem memória curta. No início do ano eu servia, agora, sou dispensável.? O desabafo de Felipe foi motivado pelo fato de o presidente do Flamengo, Márcio Braga, ter informado que o ciclo do atleta estava encerrado no clube. Incomodado pelas declarações do dirigente, o meia foi enfático ao frisar que a atitude evidenciou o desinteresse por sua permanência. O técnico do Flamengo, Andrade, não ficou alheio aos problemas de relacionamento entre Felipe e a diretoria rubro-negra, mas amenizou a situação. Sua preocupação no momento é a de escolher os substitutos dos volantes Da Silva e Jônatas, além de Dimba, que cumprem suspensão automática contra os mineiros. ?Isso é assunto encerrado, Felipe está escalado e, se estiver em uma tarde boa, pode desequilibrar o jogo?, disse Andrade, confirmando a escalação do atleta, que cumpriu suspensão automática no empate contra o São Paulo, domingo. ?Não perdemos há quatro jogos, mas números não ganham jogo, temos que correr atrás e marcar os gols. Estamos em estado de alerta, vamos trabalhar duro para manter essa regularidade?, completou o treinador.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.