Felipe diz que torcida é fundamental para fugir da Série B

'Se o torcedor nos abandonar, não vai ter jeito', desabafou o goleiro corintiano; time segue em São Paulo

Vítor Marques, Jornal da Tarde

23 de outubro de 2007 | 12h45

Após treino na manhã desta terça-feira, o goleiro Felipe conclamou a torcida corintiana para que ajude o time a fugir do rebaixamento. Maior destaque da equipe no Brasileirão, o arqueiro foi enfático: "Pedimos para o torcedor confiar na gente. Se a torcida nos abandonar, não vai ter jeito." Veja também:  Lula recebe presidente do Corinthians e camisa de Basílio  Corinthians precisa de 11 pontos para não cair, diz Nelsinho Corinthians reforça segurança de Ailton na volta à capital Mesmo com o discurso até certo ponto desesperado, Felipe afirmou que ainda acredita que o time se mantém na Série A. "Temos sim esperanças de fugir do rebaixamento", disse o goleiro, que acrescentou: "só gostaria que os torcedores não nos vaiasse e nos apóie todos os jogadores, como fez a torcida do Náutico no jogo de domingo." "Agora é juntar todas as nossas forças para o jogo contra o Figueirense [neste domingo, às 17 horas, no Pacaembu], que é o mais importante do Brasileirão para nós no momento." Já o técnico Nelsinho Baptista não vê com tão maus olhos a cobrança da torcida corintiana. "A cobrança é normal, os torcedores têm comparecido e os jogadores precisam disso. Cobrá-los pode gerar uma reação positiva dos atletas." Nelsinho voltou a elogiar Lulinha e Bruno Bonfim e assinalou que os dois podem entrar como titulares contra o Figueirense. "Tenho de aproveitar o melhor momento de cada jogador". O trinador, aliás, confirmou que o time continua em São Paulo e não vai se 'refugiar' longe da torcida.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.