Felipe espanta má fase e manda recado a Mano Menezes

Goleiro faz boa partida contra o Paraná pela Série B do Brasileirão em Curitiba e desabafa após o jogo

Marcel Rizzo, Jornal da Tarde

27 de julho de 2008 | 10h16

Dentinho marcou mais dois gols neste sábado. São sete nos últimos cinco jogos. Ele ultrapassou Herrera como artilheiro corintiano na Série B. Foram os tentos que garantiram a vitória por 2 a 0 sobre o Paraná, em Curitiba. Mas o resultado, na verdade, tem que ser creditado a outro jogador, que estava sendo muito criticado: Felipe.Veja também: Corinthians derrota o Paraná e põe fim a jejum de vitórias Classificação Resultados / Calendário Ouça os gols de Paraná 0 x 2 Corinthians Ponte Preta vence o Avaí em casa e entra no G-4  Para Felipe, vitória foi um alívio para o Corinthians  Mano pede paciência no Corinthians e absolve Denis  Corintianos são agredidos no Durival de Britto Ele fez ao menos três defesas difíceis. E outras tantas que segurou com tranqüilidade, apesar de o gramado irregular dificultar para os goleiros em Curitiba.Abalado por ter falhado na decisão da Copa do Brasil com o Sport, ficou três jogos afastado para "pensar na carreira", como definiu Mano Menezes. Desde que voltou, devia um bom jogo.As defesas de Felipe mostram que o Paraná deu trabalho. Principalmente com o arisco Éverton. Orientado pelo técnico Rogério Perrô, ele arriscava chutes de fora da área. Só que Felipe estava em tarde segura.Até Dentinho marcar o primeiro gol, o Corinthians mostrava problemas demais no meio-de-campo. A bola não chegava a Herrera e Dentinho. Eduardo Ramos tem dificuldade para sair com a bola dominada, e Elias, preocupado em marcar, não participa da armação.Gabriel, goleiro paranaense, estava trabalhando pouco até tomar o gol de Dentinho. Mas logo em seguida levou outro, o que decidiu o jogo. O Timão quebrou jejum de três partidas sem vitória e mostrou que os talentos individuais vão decidir o acesso na Série B.A boa atuação em Curitiba fez o goleiro Felipe desabafar. Afastado da equipe logo após a final da Copa do Brasil, contra o Sport, em junho, ele falhou novamente na semana passada, quando o Corinthians perdeu para o Bahia, e foi muito criticado. Neste sábado, sem dar nomes, mandou seus críticos calarem a boca. A primeira resposta, porém, foi irônica."Eu joguei bem? Não, sempre jogo mal. Eu só fiz a minha obrigação", declarou o goleiro.Depois, ele se soltou e mandou até um recado indireto para o técnico Mano Menezes, que o afastou em junho, alegando falta de comprometimento nos treinos."Agora tem de perguntar para o técnico se joguei bem ou não. Não é porque jogou bem que é o melhor do mundo, ou o pior se foi mal. Vê o que ele (Mano) fala".A irritação do arqueiro, segundo ele, não é por críticas ao seu trabalho em campo. Ele acredita que se tornou um personagem polêmico e que "vende notícia" por falar o que pensa."Inventaram muitas coisas. Que eu briguei com o William, que discuti com a diretoria por causa da camisa amarela. Nunca teve nada disso. Por isso é melhor eu não ficar falando que fui bem. Escreve aí: o time venceu porque todos fizeram uma grande partida", disse, outra vez irônico.Quando lhe perguntaram se a camisa amarela - criticada por ele - dessa vez deu sorte, Felipe finalmente admitiu que teve um papel decisivo no duelo de sábado."A camisa não ganha jogo sozinho. A camisa, para pular, precisa das pernas para dar o apoio", falou o arqueiro, lembrando aquele Felipe falastrão de 2007.ARTILHEIRODentinho fez sete gols em seus últimos cinco jogos. Ao contrário de Felipe, que gosta de frases polêmicas, o camisa 31 segue a linha "estou feliz pelo grupo"."A bola está entrando, depois de alguns jogos na seca. Mas é sempre para ajudar o Corinthians. O importante é o time conseguir o acesso".O técnico Mano Menezes disse que está feliz pela atuação e pela campanha de sua equipe. "Fazendo uma análise da campanha até o momento, temos mais acertos do que erros. Por isso temos essa vantagem boa".

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.