Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE
Ivan Storti / Santos
Ivan Storti / Santos

Felipe Jonatan aponta cansaço e lamenta queda precoce do Santos no Paulistão

Equipe de Vila Belmiro não tem mais chances de ir às quartas de final após perder o clássico para o Palmeiras

Redação, Estadão Conteúdo

07 de maio de 2021 | 00h06

O lateral-esquerdo Felipe Jonatan culpou o cansaço e a maratona de jogos do Santos pela atuação irregular no clássico com o Palmeiras que rendeu a eliminação precoce do time da Vila Belmiro no Campeonato Paulista Sicredi 2021. Com a derrota por 3 a 2, no Allianz Parque, o Santos corre até risco de ser rebaixado.

"A gente queria impor nosso ritmo de jogo, mas não conseguimos. Infelizmente, não tivemos tempo hábil (de recuperação física). Viemos de jogo há 48 horas", reclamou o jogador. "O Palmeiras também vem de um jogo há 48 horas, mas eles colocaram um time alternativo hoje. O cansaço bateu, sim, mas, infelizmente, não conseguimos nos classificar."

A oitava derrota em 11 jogos no Estadual deixou o Santos em situação perigosa na tabela geral. Com uma das piores campanhas da competição até agora, o time poderá sofrer o rebaixamento caso não vença o São Bento na rodada final da fase de grupos, no fim de semana.

"Agora é manter a pegada, tentando melhorar cada vez mais. O foco agora é deixar o time na Série A (primeira divisão do Paulista), porque nunca caiu, e na Libertadores", projetou Felipe Jonathan.

Ele foi um dos jogadores mais nervosos em campo, no segundo tempo. Chegou a discutir com membros da comissão técnica do Santos, diante do banco de reservas. Ao fim da partida, ele minimizou o episódio. "Foi uma cobrança normal de atleta. Cobrança de equipe, de união", desconversou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.