Ivan Storti/Santos
Ivan Storti/Santos

Felipe Jonatan diz que Santos é 'gigantesco' e minimiza demora para anúncio

Lateral-esquerdo, que estreou no último sábado, foi apresentado oficialmente nesta quarta-feira

Redação, Estadão Conteúdo

06 de março de 2019 | 20h53

Após estrear pelo Santos no sábado, na vitória por 3 a 2 sobre o Oeste, o lateral-esquerdo Felipe Jonathan foi apresentado nesta quarta-feira como reforço do clube. E na entrevista coletiva concedida no CT Rei Pelé, ele explicou que a escolha de trocar o Ceará pelo time da Vila Belmiro se deu pela gloriosa história do seu novo time, além do estilo de jogo adotado pelo técnico Jorge Sampaoli.

"A minha escolha pelo Santos foi objetiva. É um clube gigantesco e que disputa campeonatos internacionais. Vi com bons olhos o treinamento do Sampaoli, é bem objetivo e encaixa com meu estilo de jogo, que é ofensivo. Encaixou bem a minha vinda para o Santos", afirmou o lateral, que recebeu a camisa de número 36 das mãos do presidente José Carlos Peres.

Felipe Jonatahan assinou um contrato válido por cinco anos com o Santos, que pagou o valor da multa rescisória - R$ 6 milhões - ao Ceará. A transação, porém, só foi sacramentada no dia final para inscrição de jogadores na primeira fase do Campeonato Paulista pela demora na realização do pagamento.

O novo reforço assegurou que não estava preocupado com o impasse. "Eu sabia que o clube era correto e que no momento certo o pagamento iria acontecer. Fiquei feliz com a oportunidade no jogo contra o Oeste e dei conta do recado", disse o lateral, que não poderá defender o Santos na Copa do Brasil por já ter atuado pelo Ceará na competição.

Felipe Jonatan, de 21 anos, foi formado nas divisões de base do Ceará, o único clube pelo qual atuou profissionalmente até chegar ao Santos. Após perder Dodô ao fim da temporada passada em função do encerramento do seu contrato por empréstimo, o time estava em busca de opções para reforçar a lateral esquerda.

O clube iniciou o ano com Orinho como titular da posição, mas seu desempenho não agradou, o que vinha levando Sampaoli a improvisar o atacante colombiano Copete na função. Além disso, o clube também negocia com Jorge, que pertence ao Monaco e está emprestado ao Porto.

Felipe Jonatan é o sexto reforço do Santos para a temporada 2019. Antes dele, o clube havia contratado o meia-atacante venezuelano Yeferson Soteldo, o zagueiro Felipe Aguilar, o goleiro Everson, o meia peruano Cueva, e o volante Jean Lucas.

Mais conteúdo sobre:
Santos Futebol Clubefutebol

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.