Ivan Storti / Santos FC
Ivan Storti / Santos FC

Felipe Jonatan lamenta 'desatenção' do Santos no segundo tempo contra o Flamengo

Após sofrer goleada, lateral pede que equipe 'mude a chavinha' para jogo da Libertadores contra o Grêmio

Redação, Estadão Conteúdo

13 de dezembro de 2020 | 18h50

O lateral-esquerdo Felipe Jonatan foi o único titular absoluto do Santos que atuou contra o Flamengo, neste domingo, no estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro, pelo Campeonato Brasileiro. O jogador entrou no intervalo e lamentou muito a "desatenção" que a equipe teve no início da segunda etapa. Para ele, o motivo na goleada por 4 a 1.

Felipe Jonatan voltou na vaga de Tailson, após o intervalo, escalado na ponta. Era uma aposta do técnico Cuca para o Santos reagir no jogo e buscar o empate após virar com 1 a 0 contra. Mas, em 12 minutos, o Santos levou um gol em contragolpe e outro com pênalti bobo. Falhas fatais para o resultado na visão do lateral-esquerdo.

"A gente sabia da qualidade do adversário. Sempre é difícil jogar contra o Flamengo no Maracanã", enfatizou. "Mas fazíamos jogo de igual para igual. Por desatenção nossa, eles fizeram dois gols no começo do segundo tempo", lamentou Felipe Jonatan.

No segundo gol do jogo, Alex Nascimento foi ingênuo ao puxar o uruguaio Arrascaeta dentro da área, logo com dois minutos. A bola sobraria livre para João Paulo. Logo depois, ninguém marcou, e Filipe Luís ampliou.

Felipe Jonatan evitou condenar os meninos, apesar das falhas citadas. Preferiu não caçar as bruxas, ainda mais com escalação alternativa de Cuca, e pediu para o time já focar no confronto com o Grêmio pela Copa Libertadores, nesta quarta-feira. O Santos jogará pelo 0 a 0 na Vila Belmiro.

"Agora é mudar a chavinha porque temos um jogo importante pela Libertadores", advertiu Felipe Jonatan. Em caso da repetição do 1 a 1 de Porto Alegre, a decisão será nos pênaltis. De 2 a 2 em diante dá Grêmio e quem vencer avança às semifinais.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.