Wilton Junior/AE
Wilton Junior/AE

Felipe Melo aliviado: os violentos foram os marfinenses

Volante brasileiro não cometeu nenhuma falta e ainda sofreu três em toda a partida

MILTON PAZZI JR., Agência Estado

20 de junho de 2010 | 19h43

A vitória da seleção brasileira sobre a Costa do Marfim, por 3 a 1, serviu para classificar o time de Dunga às oitavas de final da Copa do Mundo e melhorar a impressão de um jogador: Felipe Melo. O volante não cometeu nenhuma falta e ainda sofreu três em toda a partida no Estádio Soccer City.

Veja também:

lista RAIO-X - Os números da partida

linkKaká nega agressão e pede punição

linkDunga critica árbitro e vê maturidade

linkMédicos minimizam lesão e Elano

linkLuis Fabiano festeja fim de jejum

mais imagens GALERIA - Imagens do jogo do Brasil

especial CRONOLOGIA: Copa, dia a dia

tabela TABELA - Jogos | Classificação | Simulador | 

Soma-se a isso o fato de que, embora o jogo tenha sido considerado violento, ele não esteve envolvido em nenhum lance de confusão. "Graças a Deus estou falando de jogada violenta deles, porque todo mundo fala de Felipe Melo aqui, que toma muito cartão amarelo... Acho que fiz minha melhor partida (nesta Copa)", afirmou o jogador.

Felipe Melo foi um dos jogadores do time brasileiro que não considerou a partida deste domingo violenta. "De repente num jogo como esse acaba passando alguma jogada (mais violenta), não que seja desleal, não vi isso deles, vi um jogo pegado. Eles são muito fortes fisicamente, mas não vi deslealdade", disse.

O volante tratou ainda de defender o companheiro Kaká após o meia ser expulso de campo, no final do segundo tempo. "No momento (da expulsão) eu não vi a jogada, mas depois na televisão a gente viu que o Kaká não fez nada. Enfim, a gente tem de falar quando tem de ser justo, vocês da imprensa também. O rapaz acabou batendo no ombro dele, caiu, acho que foi muito injusto (o ato do juiz)."

 

 

 

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.