Fabio Menotti/Ag Palmeiras
Fabio Menotti/Ag Palmeiras

Felipe Melo dá ovos de Páscoa à crianças deficientes e funcionários do Palmeiras

Iniciativa da ação partiu do próprio atleta, que comprou quase 150 ovos

Gonçalo Junior, O Estado de S.Paulo

14 de abril de 2017 | 11h06

O volante Felipe Melo mostrou outro lado do seu jeito de ser para os torcedores na última quinta-feira, quando participou de uma ação promocional e exibiu uma face bastante diferente da que normalmente apresenta com seu estilo de jogo duro e raçudo, que lhe valeu o apelido de Pitbull. O jogador doou ovos de Páscoa para 70 crianças do Instituto Olga Kos, associação filantrópica que desenvolve projetos para crianças, jovens e adultos com deficiência intelectual, e também para os funcionários que trabalham na área de manutenção do Palmeiras.

A iniciativa de presentear crianças e funcionários foi do próprio atleta, que comprou quase 150 ovos de Páscoa e realizou a distribuição nas novas instalações da Academia de Futebol. Além da distribuição, o jogador conversou com as crianças e posou para dezenas de fotos.

Em quase três meses como jogador do Palmeiras, Felipe Melo conseguiu reverter a desconfiança em torno de sua contratação por causa do excesso de cartões e de jogadas violentas.

O jogador ficou marcado pela eliminação da seleção brasileira na Copa de 2010, quando deu um pisão no holandês Arjen Robben e acabou expulso na partida em que a equipe foi eliminada com uma derrota por 2 a 1, de virada. Em 16 jogos, Felipe Melo se tornou titular do técnico Eduardo Baptista e um dos símbolos do time em 2017.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.