Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90
Cesar Greco/Ag. Palmeiras
Cesar Greco/Ag. Palmeiras

Felipe Melo diz sentir saudades das 'tretas' e passes de três dedos no futebol

Zagueiro do Palmeiras participou de 'live' com o humorista Maurício Meirelles, promovida pelo Allianz Parque

Redação, O Estado de S.Paulo

20 de abril de 2020 | 12h22

Felipe Melo, zagueiro do Palmeiras, afirmou que está com saudades das “tretas” e dos “passes de três dedos”, durante uma entrevista com o humorista Maurício Meirelles, neste domingo, transmitida, ao vivo, no Youtube. Ambos participam de uma ação promovida pelo Allianz Parque que visa arrecadar fundos para profissionais do entretenimento.

“Estou sentindo falta de jogar futebol, daquela treta dentro do futebol, dos passes de três dedos de 70 metros que o Felipe Melo costuma dar. Eu já não consigo mais olhar para o álcool em gel, já estou bebendo”, brincou o jogador do Palmeiras.

Felipe Melo também falou sobre a convivência com sua família em quarentena. Segundo o defensor,  o isolamento social lhe proporciona um tempo que não teria ao lado de sua mulher e de seus filhos, em uma situação normal, em razão da rotina intensa de treinos e jogos.

“A gente começa a dar valor a situações, né? Sempre acordo muito cedo. As crianças vão para a escola, é horário integral. Eu encontro com eles de noite. Treino de tarde na maioria das vezes. A gente tem uma prioridade que é a mesa da família, para jantar. Sem telefone, para conversar. Depois cada um vai para o seu quarto. Acaba que a gente não tem tanto tempo quanto temos nessa quarentena”, explicou.

Parte desse “tempo extra” têm sido convertido em partidas de futebol com seus familiares. De acordo com o zagueiro, “o bicho pega” e nem mesmo os carrinhos são deixados de lado.

“Jogo todo dia com eles. Todo dia rola um futebol. Eu devo ter dado um carrinho em algum deles porque rasgou a calça toda. Na foto aparece rasgado. O bicho pega. Eu, meu pai e meu irmão contra meus dois filhos maiores e um amigo meu que está em casa”, revelou.

A contribuição de Felipe Melo com a campanha criada pelo estádio foi a doação de uma camisa autografada, um par de chuteiras e uma caneleira. Os itens doados serão destinados para o projeto #Ajude1Freela, coletivo social que tem com objetivo “levar dignidade e subsistência a profissionais desamparados que perderam o emprego em meio à crise do coronavírus”.

De acordo com o estádio do Palmeiras, haverá outras três lives.  Nesta terça-feira, o convidado da entrevista conduzida por Maurício Meirelles será o skatista Bob Burnquist.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.