César Greco / Agência Palmeiras
César Greco / Agência Palmeiras

Felipe Melo elogia atuação do Palmeiras em Campinas, apesar de sufoco no fim

Autor do gol da partida, Willian Bigode lamenta contusões de Willian e Marcos Rocha e também aprova jogo feito pelo time

Redação, Estadão Conteúdo

08 de fevereiro de 2020 | 22h28

O Palmeiras levou sufoco da Ponte Preta no segundo tempo e precisou de duas boas defesas de Weverton para não sofrer o gol de empate neste sábado, em Campinas. Assim mesmo, Felipe Melo acredita que a equipe alviverde jogou bem no Moisés Lucarelli, inclusive nos momentos em que o adversário esteve próximo de igualar o marcador.

O agora zagueiro do Palmeiras disse logo após a partida que ser pressionado pela Ponte em Campinas é algo normal e que sua equipe merece elogios por ter conseguido terminar o jogo sem ser vazada.

"Sofrimento não significa que jogamos mal no segundo tempo. A verdade é que, quando se joga aqui com a Ponte, é sempre complicado", falou Felipe. "Tivemos oportunidades para matar o jogo, sair com um placar mais amplo. A Ponte é forte em casa, na última vez venceu aqui o Corinthians, que é aspirante ao título. O importante foi vencer, sobretudo sem levar gol."

Felipe Melo lamentou muito o fato de dois jogadores palmeirenses, Ramires e Marcos Rocha, terem saído machucados no primeiro tempo - aparentemente, sem gravidade. Segundo o volante transformado em zagueiro por Vanderlei Luxemburgo, a Ponte Preta jogou de maneira dura e o árbitro não tomou providências a respeito.

"Não creio que (os jogadores da Ponte) tenham feito na maldade, mas saímos com dois jogadores machucados e não teve nem cartão, em um dos lances sequer foi marcada a falta", reclamou. "Tem de ser visto isso aí, mas de resto o árbitro foi bem."

Willian, o autor do gol da vitória, também lamentou as contusões dos dois companheiros e também elogiou a atuação de sua equipe, apesar da pressão feita pela Ponte Preta depois do intervalo.

"Sabíamos que seria um jogo bem competitivo, aguerrido, não poderíamos deixar de competir. Fizemos um bom primeiro tempo, conseguimos uma boa vitória e agora teremos uma semana para nos preparar para o próximo jogo, até que enfim no nosso estádio", disse o atacante, referindo-se à partida contra o Mirassol, no próximo domingo. Nesse jogo, o Palmeiras vai inaugurar o gramado sintético do Allianz Parque.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.