Felipe Melo pega gancho de três jogos por 'conduta violenta'

Brasileiro fez falta feia em Biglia, da Lazio, e foi expulso no domingo

Estadão Conteúdo

22 de dezembro de 2015 | 10h05

A mais nova atitude polêmica de Felipe Melo na carreira rendeu consequências ao jogador. Nesta terça-feira, a liga que organiza o Campeonato Italiano anunciou a suspensão do volante da Inter de Milão por três partidas após a expulsão na derrota do último domingo para a Lazio, por 2 a 1.

Em comunicado oficial, a liga explicou que aplicou a punição por considerar "conduta violenta" o lance em que Felipe Melo ergueu o pé e acertou o ombro do volante Lucas Biglia. "Aos 45 minutos do segundo tempo, com o jogo em andamento, atingiu deliberadamente um oponente com um chute na altura do ombro."

O domingo, aliás, foi um dia para ser esquecido por Felipe Melo, que não atuou bem e foi o responsável pelo pênalti que gerou o segundo gol da Lazio, marcado por Candreva. Com a suspensão aplicada pela liga, o volante não atuará nas três primeiras partidas da Inter em 2016, contra Empoli, Sassuolo e Atalanta.

Esta não foi a primeira vez que Felipe Melo se envolveu em polêmica. Por onde passou na carreira, o volante colecionou expulsões e atitudes controversas, como a cusparada na cara de um adversário quando vestia a camisa do Galatasaray e a solada no rosto de um rival quando defendia a Juventus. Pela seleção brasileira, ficou marcado pela expulsão na eliminação nas quartas de final da Copa do Mundo de 2010, contra a Holanda, quando recebeu o vermelho por pisar na coxa de Arjen Robben.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.