David W. Cerny|Reuters - 28|09|2016
David W. Cerny|Reuters - 28|09|2016

Felipe Melo é disputado por Corinthians, Palmeiras, São Paulo e Flamengo

Volante está na mira de grandes clubes do futebol paulista e também da Europa

Daniel Batista, O Estado de S.Paulo

25 de dezembro de 2016 | 16h44

Embora muitos torcedores o considerem um jogador violento, o volante Felipe Melo está cheio de moral entre os clubes do Brasil e pelo menos quatro dos principais do País estão de olho em sua contratação. São os casos de Corinthians, Palmeiras, São Paulo e Flamengo, além de sondagens de clubes da Europa. 

O volante tem contrato com a Internazionale até o dia 30 de junho do ano que vem. Logo, a equipe italiana o negocia nesta janela de transferência ou o perderá de graça no meio da próxima temporada, já que, dificilmente, ele renovará contrato. Assim, diversos manifestaram interesse em sua contratação e a tendência é que as ofertas se intensifiquem no início de 2017.

Felipe Melo fez apenas dez partidas na temporada e, por isso, não deve ter a saída dificultada. Resta saber quem conseguirá oferecer melhor salário ao atleta e benefício ao clube italiano. Além dos times brasileiros, o Valencia, da Espanha, dentre outros clubes europeus e até times do Oriente Médio, já manifestaram interesse no jogador.

Flamengo e São Paulo o cobiçam há meses. O volante, inclusive, já apareceu em fotos com a camisa dos dois clubes e deu declarações onde demonstrava a vontade em atuar por um deles. Mas os valores da negociação e seu salário sempre dificultaram o acerto.  Recentemente, o Palmeiras também apareceu interessado e de todos os times brasileiros é quem parece com uma saúde financeira melhor. O Corinthians também informou para os agentes do atleta que querem saber a disponibilidade dele defender o clube. 

O volante se reapresenta no dia 3 de janeiro, quando deverá conversar com a diretoria do clube italiano e começará a definir o futuro. Até o momento, nenhum clube chegou a oficializar uma proposta para levá-lo. Todos aguardam para saber o que a Inter quer pelo jogador de 33 anos e que não atua no Brasil desde 2004, quando deixou o Grêmio.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.