Werther Santana/Estadão
Werther Santana/Estadão

Felipe Menezes tem mais uma chance de mostrar a que veio no Palmeiras

Meia ainda não conseguiu fazer uma boa atuação com a camisa alviverde

Daniel Batista, O Estado de S.Paulo

19 de outubro de 2013 | 07h49

SÃO PAULO - Como não poderá contar com Valdivia, machucado, Gilson Kleina resolveu dar mais um voto de confiança para Felipe Menezes no Palmeiras. Caberá ao meia a função de organizar o time e ser o jogador cerebral, que tanto fez falta na derrota para o Icasa.

Como Mendieta também está fora de combate e só volta aos gramados no ano que vem, o jeito é tentar encher a bola de Felipe Menezes, único jogador do elenco que possui a característica de ser um meia mais técnico e de menos velocidade.

“Além dele proteger a bola, tem bom aproveitamento em chutes de longa distância e articula muito bem as jogadas. A entrada do Felipe ajuda os atacantes”, analisou o treinador.

Kleina aprovou a contratação do jogador, que estava no Benfica e assinou contrato de três temporadas. O curioso é que embora tenha vindo por recomendação do treinador, o meia teve poucas oportunidades. Foram apenas 13 partidas e ainda não conseguiu ter uma grande atuação.

Além de Felipe Menezes, outra opção para o setor é Rondinelly, mas o meia vindo do Grêmio não tem ficado sequer no banco de reservas

Tudo o que sabemos sobre:
PalmeirasSérie BFutebol

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.