Felipe passa por cirurgia no Flamengo e retorno pode ficar para 2014

Goleiro lamenta situação na reta final do Brasileirão e diz ficar na torcida pelos companheiros

Felipe Resk, especial para o Estado, O Estado de S.Paulo

29 de outubro de 2013 | 17h57

SÃO PAULO - Após exames realizados nesta terça-feira, o goleiro Felipe está vetado da primeira partida do Flamengo na semifinal da Copa do Brasil, contra do Goiás, no Serra Dourada. O atleta tem uma lesão no joelho esquerdo e deve passar por uma artroscopia ainda nesta semana, o que dificulta seu retorno aos gramados na temporada. O médico do clube, José Luiz Runco, informou que não há prazo definido para que o atleta volte a jogar após a intervenção. Normalmente, o tempo médio de recuperação da cirurgia é de quatro semanas. Como o último jogo do Flamengo está marcado para o dia 8 de dezembro, pela rodada final do Campeonato Brasileiro, é possível que Felipe só retorne a campo em 2014.

O goleiro sentiu a lesão na última sexta-feira, durante treinamento. O jogador chegou a sair chorando do gramado, mas entrou em campo no empate do Flamengo por 0 a 0 com  a Portuguesa, domingo, em Fortaleza. Felipe atuou os 90 minutos. No facebook, o Felipe confirmou que vai ficar de molho. "Infelizmente, estou fora da partida contra o Goiás, pela Copa do Brasil, nestas quarta-feira, e muito triste com isso tudo. Vou passar por uma cirurgia nesta quarta e espero voltar ao gol do Flamengo o mais rapidamente possível." E disse mais: "Estava vivendo um bom momento, mas são coisas do futebol. Estamos propensos a passar por esse tipo de situação. Vai dar tudo certo, se Deus quiser, e vou ficar na torcida pelos meus companheiros enquanto estiver me recuperando."

Na ausência de Felipe, Paulo Victor deve ser o substituto. Nesta temporada, o goleiro reserva já atuou em nove partidas pelo Flamengo. Foram quatro vitórias, três empates e duas derrotas.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolflamengoFelipebrasileirão

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.