Felipe pede paciência à torcida para a estréia no Paulistão

Goleiro corintiano acredita que equipe precisará de tempo para adquirir entrosamento e ter um bom futebol

15 de janeiro de 2008 | 13h40

O goleiro Felipe pediu nesta terça-feira tranqüilidade para a torcida corintiana. O jogador acredita que o clube enfrentará algumas dificuldades de entrosamento nos primeiros jogos no Campeonato Paulista. A estréia do Corinthians acontece nesta quinta-feira, contra o Guarani, no Morumbi. "Precisamos do apoio dos torcedores do começo ao fim do jogo", contou Felipe. "Mas a torcida deve ter tranqüilidade com o time, pois muitos jogadores chegaram para compor o elenco [foram 13 contratações para 2008]". Sobre os trabalhos do técnico Mano Menezes, Felipe acredita que os jogadores estarão bem fisicamente. Faltará, apenas, o entrosamento em campo. "Apesar do pouco tempo de trabalho, a gente deu o máximo nesses dias. Não estamos 100%, mas faremos um bom jogo contra o Guarani." No coletivo desta terça-feira, o técnico Mano Menezes promoveu uma novidade ao escalar Perdigão entre os titulares - na vaga de Bruno Octávio. A equipe foi formada por: Felipe, Eduardo Ratinho, Chicão, William e André Santos; Carlos Alberto, Perdigão, Alessandro e Marcel; Lima e Finazzi.

Tudo o que sabemos sobre:
Corinthians

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.