Feliz com empate em Bragança, Vasco já pensa no Fluminense

'Temos que ter muito cuidado porque eles estão começando a engrenar', avisa o zagueiro Jorge Luiz

Agência Estado

21 de março de 2008 | 18h14

O Vasco voltou ao Rio feliz com o empate obtido em Bragança Paulista, na noite de quinta-feira, com o Bragantino (2 a 2), pela Copa do Brasil, que permite à equipe carioca avançar na competição com vitória simples ou empate em até 1 a 1, no jogo de volta, marcado para o dia 3 de abril. "Podíamos ter vencido, mas o empate ficou de bom tamanho. Jogando em casa, com a força da torcida, tenho certeza de que iremos nos classificar", disse o lateral-esquerdo Calisto, apontando que o time do Vasco não ficou abalado por ceder o segundo gol já no fim da partida. Mas os jogadores do Vasco já começam a mudar de sintonia e a preocupação agora é o Fluminense, adversário de domingo, no clássico válido pela Taça Rio. Ambas as equipes são líderes de suas chaves na competição. "O Fluminense é um time muito bom. Temos que ter muito cuidado porque estão começando a engrenar", disse o zagueiro Jorge Luiz. Já o técnico Alfredo Sampaio passa a ter dúvidas quanto ao esquema de jogo para a partida contra o Fluminense. Contra o Bragantino, a equipe do Vasco atuou no 3-5-2, mas mostrou falhas no sistema defensivo, apesar de o contra-ataque ter funcionado bem. "Precisamos manter o mesmo espírito de luta, mas não podemos repetir os erros que cometemos", disse Alfredo Sampaio, que está feliz com o desempenho nas últimas partidas. "Nós evoluímos muito no conjunto e na parte física, além de estarmos mais conscientes de nosso papel em campo."

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.