Rubens Chiri/São Paulo FC
Rubens Chiri/São Paulo FC

Feliz com meio de campo, Ceni tem dúvida entre três zagueiros ou trinca ofensiva no São Paulo

Calleri volta contra o Bahia, e o treinador terá de decidir entre Léo e Luciano para o jogo de domingo

Redação, O Estado de S.Paulo

05 de novembro de 2021 | 20h50

O técnico Rogério Ceni não deve antecipar a escalação que pretende utilizar na visita ao Bahia, domingo, pelo Brasileirão. Mesmo com obrigação da vitória para seguir a caminhada à vaga na Copa Libertadores, o treinador tem tudo para fazer mistério sobre o esquema que utilizará no São Paulo. A dúvida está entre manter três defensores ou ousar com uma trinca ofensiva diante de um desesperado oponente.

Rogério está satisfeito com Liziero, Igor Gomes e Gabriel Sara no meio de campo e não pretende mexer no setor. Com a recuperação e volta praticamente certa de Calleri, que trabalhou forte a semana toda e é o titular de Ceni, a briga pela última vaga está entre o terceiro zagueiro Léo e o atacante Luciano.

Nesta sexta-feira, o time fez trabalhos físicos e táticos, que complementaram as atividades desenvolvidas durante a semana. Ciente que dificilmente criará tantas chances como nos jogos no Morumbi, Ceni exige eficiência e capricho nas finalizações em Salvador.

O técnico dedicou boa parte do trabalho desta sexta-feira aos chutes à gol. As finalizações andam "tirando pontos" preciosos da equipe e Ceni quer todo mundo com o pé calibrado em visita ao primeiro time fora da zona de rebaixamento que, consequentemente, deve ir ao ataque por causa da ameaça de queda, deixando espaços.

O São Paulo vem de boa vitória sobre o Internacional e busca somar mais três pontos para ganhar embalo à dura série de jogos que terá pela frente contra Fortaleza, fora de casa, Flamengo no Morumbi e Palmeiras no Allianz Parque. Os três estão entre os cinco melhores do Brasileirão.

Para o confronto diante do Bahia, o time deve contar com Tiago Volpi; Miranda, Arboleda e Léo (Luciano); Igor Vinícius, Liziero, Igor Gomes, Gabriel Sara e Reinaldo; Rigoni e Calleri.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.