Ivan Storti / Santos FC
Ivan Storti / Santos FC

'Feliz por ser líder de um campeonato muito difícil', diz Sampaoli

Santos chegou à primeira posição ao vencer o Avaí por 3 a 1 e ultrapassar o Palmeiras

Redação, Estadão Conteúdo

28 de julho de 2019 | 19h26

O técnico do Santos, Jorge Sampaoli, tornou-se, neste domingo, o primeiro treinador a ser suspenso pelo terceiro cartão amarelo no Campeonato Brasileiro. Por outro lado, ao levar sua equipe à liderança isolada da competição na 12ª rodada, após a vitória por 3 a 1 contra o Avaí, na Vila Belmiro, o semblante do treinador era nitidamente de quem não dava a mínima para o "gancho".

"Estou muito feliz por ter chegado aqui como estrangeiro e me tornado líder, nesta rodada, de um torneio que sempre soube que era muito difícil", comentou o argentino em sua entrevista coletiva depois do jogo que levou os santistas aos 29 pontos, dois a mais que o Palmeiras, agora segundo colocado.

Para o técnico, a primeira posição é nada mais que o fruto de um trabalho árduo. "Sempre tive curiosidade de vir para cá. Estar no Santos e ser líder, com a possibilidade de estar em cima da tabela, me dá muita alegria pelo grupo de trabalho, com os que me acompanham, com os jogadores mostrando um sacrifício enorme a cada semana", disse ele.

Projetando as próximas rodadas e o longo caminho que ainda há para equipe da Baixada Santista almejar um título que não vem desde 2004, Sampaoli foi enfático ao dar a receita. "Nosso maior adversário a partir de agora somos nós mesmos. O ânimo está lá em cima. Mas, no futebol, tudo muda muito rápido, e é preciso estar atento e concentrado. Agora, quero que (os jogadores) melhorem ainda mais, para que joguem como jogaram hoje (domingo): criando chances de gol, atacando e pressionando", comentou o técnico.

Inquieto como sempre na área técnica neste domingo, Sampaoli foi advertido com o terceiro cartão amarelo pelo árbitro Wagner Reway e não poderá estar à beira do campo na partida diante do Goiás, pela 13ª rodada, no próximo domingo, novamente na Vila Belmiro.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.