Fenerbahçe de Zico recebe Sevilla pelas oitavas da Liga

Time turco defende invencibilidade de 36 jogos em seu estádio, o Sükrü Saraçoglu, nesta quarta-feira

Efe

19 de fevereiro de 2008 | 17h22

O Fenerbahçe do técnico brasileiro Zico recebe o Sevilla na próxima quarta em Istambul com a intenção de continuar fazendo história na Liga dos Campeões. Nesta oportunidade, a equipe turca buscará uma vitória em casa no primeiro jogo das oitavas-de-final, resultado com o qual espera abrir o caminho para avançar na competição e continuar cumprindo a sua melhor campanha na história. Para garantir o triunfo em seu estádio, o Sükrü Saraçoglu, o time da Turquia contará com o precioso apoio de sua fanática torcida, que há vários dias esgotou os cerca de 55 mil ingressos para o confronto. "Todos os jogadores dizem que tanto faz jogar em casa ou fora. Porém, o estádio do Fenerbahçe é diferente do restante: a torcida grita e dá muito apoio. É um espetáculo", declarou o zagueiro uruguaio Diego Lugano. O certo é que o Sükrü Saraçoglu é um verdadeiro caldeirão do time da Turquia, que não sofreu derrota alguma em seus últimos 36 jogos neste estádio. Outro ponto forte da equipe é a verdadeira legião de brasileiros com a qual conta. O destaque da equipe certamente é o meia Alex, que com seu futebol de toques perfeitos e precisos é o grande articulador de jogadas do time de Zico.FenerbahçeVolkan Demirel; Gökhan Gönül, Lugano, Edu Dracena e Roberto Carlos; Selcuk Sahin, Mehmet Aurélio, Ugür Boral e Alex; Kezman e DeividTécnico: ZicoSevillaPalop; Daniel Alves, Escudé, Dragutinovic e Adriano; Jesús Navas, Poulsen, Keita e Capel; Kanouté e Luís FabianoTécnico: Manolo JímenezÁrbitro: Florian Meyer (ALE)Estádio: Sükrü SaraçogluHorário: 16h45 Porém, o Fenerbahçe também conta com a experiência do lateral-esquerdo Roberto Carlos, com o faro de gol do atacante Deivid e com a segurança do zagueiro Edu Dracena e do volante Mehmet Aurélio. Outro destaque da equipe é o atacante sérvio Kezman, que nos últimos 7 jogos marcou 10 gols. Do outro lado do campo estará o Sevilla, que buscará um resultado positivo fora de casa para não ver complicada a sua classificação para as quartas-de-final. A menos que o técnico Manolo Jiménez realize mudanças de última hora, tentando reforçar a lateral-esquerda com a entrada do sérvio Dragutinovic no lugar do brasileiro Adriano, a escalação será similar à adotada nas últimas partidas. Fora isto, o ataque deve ser formado pelo brasileiro Luís Fabiano e pelo malinês Kanouté, enquanto o brasileiro Daniel Alves ocupará a lateral-direita.

Tudo o que sabemos sobre:
Liga dos Campeões

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.