Ferdinand ganha nova chance na seleção da Inglaterra

O zagueiro do Manchester United Rio Ferdinand foi convocado nesta quinta-feira novamente para a seleção inglesa pelo técnico Roy Hodgson, após quase dois anos de ausência, para os jogos contra San Marino e Montenegro pelas eliminatórias para a Copa do Mundo de 2014.

MIKE COLLETT, Reuters

14 de março de 2013 | 16h38

Ferdinand, que fez sua estreia pela seleção 16 anos atrás e disputou o último de seus 81 jogos pela Inglaterra em junho de 2011, foi deixado de fora da Euro-2012 por Hodgson, que descreveu sua decisão como "futebolística".

Críticos disseram que a razão por trás da ausência de Ferdinand no elenco era o problema de relacionamento com o ex-capitão da Inglaterra John Terry, que esteve envolvido em um caso de racismo contra o irmão de Ferdinand, o também jogador Anton.

A subsequente aposentadoria de Terry da seleção, no entanto, deixou a Inglaterra sem zagueiros de qualidade nos últimos jogos.

A Inglaterra está em 2o lugar no Grupo H das eliminatórias, com seis jogos por disputar. Eles enfrentam o último colocado San Marino no dia 22 e a líder Montenegro no dia 26.

O treinador disse que decidiu dar uma nova oportunidade a Ferdinand em consequência das boas partidas realizadas por ele no Manchester United, que está perto de conquistar seu 20º título da Premier League.

Veja a lista de convocados:

Goleiros: Ben Foster, Joe Hart, Fraser Forster.

Defensores: Leighton Baines, Gary Cahill, Ashley Cole, Michael Dawson, Rio Ferdinand, Glen Johnson, Chris Smalling, Kyle Walker.

Meio-campistas: Michael Carrick, Tom Cleverley, Steven Gerrard, Frank Lampard, Aaron Lennon, James Milner, Leon Osman, Scott Parker, Alex Oxlade-Chamberlain, Theo Walcott, Ashley Young.

Atacantes: Jermain Defoe, Wayne Rooney, Daniel Sturridge, Daniel Welbeck.

(Reportagem adicional de Martyn Herman)

Tudo o que sabemos sobre:
FUTINGLATERRAFERDINANDCONVOCADO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.