Ferguson critica Real por interesse em Cristiano Ronaldo

Técnico do Manchester United diz que time madrileno 'não pode passar por cima de todo mundo'

Reuters,

23 de maio de 2008 | 15h10

O treinador do Manchester United, Alex Ferguson, disse na sexta-feira que o Real Madrid não conseguirá pressionar o time inglês pela venda do atacante Cristiano Ronaldo. Os meios de comunicação espanhóis especulam há dias sobre a possibilidade de o jogador português, que marcou um gol na recente final da Liga dos Campeões, ser transferido para a equipe madrilenha na metade do ano. "O Real Madrid não é o único time interessado no Cristiano Ronaldo. Apenas que os outros clubes não falaram nada", disse o experiente treinador. "Vocês acham que nenhum outro grande time da Europa teve interesse por nossos melhores jogadores?", perguntou. "Mas esses times não fazem as bobagens que ele [o Real Madrid] faz", acrescentou Ferguson. "Ele [o Real] pensa que pode passar por cima de todo mundo, mas não farão isso com a gente. Nós só vendemos o Ruud van Nistelrroy e o David Beckham para eles porque quisemos fazer isso", explicou. O Manchester transferiu o ex-capitão da seleção inglesa para o Real em 2003 e, três anos depois, o atacante holandês. Cristiano Ronaldo alimentou alguns dos boatos com as declarações que deu após a vitória da equipe dele na final da Liga. "Não prometo nada. Não prometo nada nem à minha mãe. E não prometo nada aos fãs", afirmou à Rádio 5 Live. "Quero ficar aqui, mas ninguém sabe como será o futuro. Quero ficar. Vamos ver o que acontece nas próximas semanas", disse.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.