Ferguson é acusado de conduta imprópria contra juiz

O técnico do Manchester United, Alex Ferguson, foi acusado de conduta imprópria pela Federação Inglesa de Futebol (FA), nesta segunda-feira, por causa dos seus comentários sobre o árbitro Alan Wiley depois do empate por 2 a 2 com o Sunderland, em duelo disputado no dia 3 de outubro, pelo Campeonato Inglês.

AE-AP, Agencia Estado

19 de outubro de 2009 | 13h33

Com o fato, Ferguson poderá ser multado ou suspenso por causa da sua atitude, já que a FA ignorou o fato de ele ter pedido desculpas pelo seu ato. A entidade que dirige o futebol inglês avisou que o treinador tem até o dia 3 de novembro para responder pela acusação.

Logo após o jogo contra o Sunderland, Ferguson afirmou que Alan Wiley "simplesmente não estava em forma para um jogo desta categoria". Arrependido, o técnico depois afirmou que não teve a intenção de causar "qualquer constrangimento pessoal" ao árbitro.

"Minha única intenção ao falar em público foi destacar o que acredito que é uma tema sério e importante da partida, dizendo que o nível físico dos árbitros deve cumprir a demanda crescente do futebol moderno", disse Ferguson, que está no comando do Manchester deste 1986 e é famoso por criticar a arbitragem na Inglaterra.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolManchester UnitedAlex Ferguson

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.