Clint Hughes/AP
Clint Hughes/AP

Ferguson quebra o silêncio e exalta atuações de Rooney

Ex-treinador do Manchester United elogia postura do atacante e atuação sobre o Leverkusen

AE-AP, Agência Estado

19 de setembro de 2013 | 17h45

MANCHESTER - O ex-técnico do Manchester United Alex Ferguson falou pela primeira vez desde sua aposentadoria ao fim da última temporada, e o motivo foi Wayne Rooney. O lendário ex-treinador, que ficou no clube por 27 anos, quebrou o silêncio nesta quinta-feira para elogiar seu ex-comandado, que após entrar em conflito com o Manchester parece ter se reencontrado e vem fazendo um grande início de temporada.

"O Rooney voltou ao que a gente conhecia", apontou o ex-treinador, elogiando principalmente a atuação do atacante na vitória por 4 a 2 sobre o Bayer Leverkusen, na última terça, pela estreia da Liga dos Campeões. Na ocasião, Rooney marcou duas vezes e foi um dos destaques da equipe, enquanto Ferguson observava tudo nas tribunas do Old Trafford.

Ao fim da última temporada, Rooney chegou a ser deixado de fora de algumas partidas importantes por Ferguson e, segundo o próprio treinador, pediu para a diretoria para ser negociado. Depois de diversas especulações envolvendo sua ida para o Barcelona, o Real Madrid, o Chelsea e até o Arsenal, o jogador acabou ficando no Manchester e reencontrou seu melhor futebol.

Em entrevista para o canal de tevê do clube, Ferguson disse que Rooney "recuperou sua energia, seu propósito de atacar os jogadores. Sendo um comandante, estou muito feliz por ver isso". O ex-treinador comandou o atacante no Manchester por dez anos, entre 2004 e 2013.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.