Ferj autoriza Flamengo a jogar em Minas, mas impõe condições

Federação quer que o estádio mineiro apresente os laudos técnicos exigidos pela legislação

AE, Agência Estado

11 de abril de 2013 | 20h49

RIO - A Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (Ferj) emitiu comunicado nesta quarta-feira para autorizar o Flamengo a mandar seu duelo contra o Remo, quinta-feira, pela Copa do Brasil, no Estádio Radialista Mário Helênio, em Juiz de Fora (MG), conforme é a vontade do clube rubro-negro.

O Flamengo ficou sem ter onde jogar a partida depois que o Engenhão foi interditado. Por acreditar no potencial de público do jogo, a diretoria prefere levá-lo a Juiz de Fora e lucrar mais com a venda de ingressos do que realizá-lo em Volta Redonda, onde a equipe já vai enfrentar o Fluminense, neste domingo.

A Ferj, porém, colocou algumas condições. Quer que o estádio apresente os laudos técnicos exigidos pela legislação; que o mesmo seja aprovado pela comissão técnica da Ferj em visita que será realizada nesta sexta; que não haja objeção da Federação Mineira de Futebol, e que sejam ajustadas as condições legais, logísticas e operacionais até as 18h desta sexta.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolFlamengoCopa do Brasil

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.