Fernandão admite má fase do Inter e prega mais trabalho

O técnico Fernandão reconheceu que o momento do Internacional no Campeonato Brasileiro é péssimo, mas avisou que vai apostar no trabalho para recuperar a equipe. Na noite de quarta-feira, o time perdeu para o Coritiba por 1 a 0, no Estádio Couto Pereira, pela 20ª rodada e completou o quarto jogo sem vitórias, sendo que sofreu três derrotas nesse período.

AE, Agência Estado

30 de agosto de 2012 | 09h05

"Precisamos seguir trabalhando para fazer as coisas virarem. Hoje sabíamos que se sofrêssemos o gol que ele iriam se retrancar", disse Fernandão, avaliando que o Inter não teve forças para superar a defesa do Coritiba após sofrer o único gol da partida aos 11 minutos do segundo tempo.

O lateral-esquerdo Kleber reclamou do gol do Coritiba. No lance, Bolívar deu um chutão e a bola explodiu no braço de Rafinha antes de entrar no gol. "Sofremos o gol em lance meio duvidoso. Mas agora temos que melhorar para buscar a vitória nas próximas partidas", afirmou.

Já o meia Fred reconheceu a necessidade do Inter reagir no próximo domingo, quando receberá o Flamengo, no Beira-Rio, pela 21ª rodada do Campeonato Brasileiro. A equipe está na sétima colocação, com 31 pontos, mas pode ser ultrapassada nesta quinta-feira pelo Botafogo. "Tentamos até o final, mas não deu. Vamos ter que ir com tudo contra o Flamengo", projetou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.