Fernandão pede Inter ofensivo contra Figueirense

O Internacional havia marcado apenas quatro gols nas quatro últimas partidas antes da estreia de Fernandão como treinador. Mas diante do Atlético-GO, no último domingo, já com o novo comandante, a equipe mostrou-se ofensiva, principalmente no segundo tempo, quando chegou à goleada por 4 a 1. Contra o Figueirense, nesta quarta, mesmo fora de casa, o técnico pediu que a postura seja mantida.

AE, Agência Estado

24 de julho de 2012 | 18h44

"É possível jogar fora de casa da mesma forma como atuamos no Beira-Rio. Em relação ao esquema tático, vai depender das peças que teremos disponíveis. Ele vai variar jogo a jogo, sempre na tentativa de neutralizar os pontos fortes do adversário. Porém, a filosofia de jogo é uma só: marcação forte dentro do campo do adversário e saída rápida para o ataque", declarou.

Apesar de exigir a mesma postura, Fernandão pediu que os jogadores esqueçam a goleada sobre o Atlético-GO. "Não me importa o que passou. A vitória na estreia já é passado. Agora quero vencer o Figueirense. É o único jogo que estou pensando. Para chegar ao objetivo em dezembro, tenho que passar por este jogo", comentou.

O que ninguém no Inter esquece é o atacante Diego Forlán. Regularizado, o jogador segue treinando com seus novos companheiros, foi elogiado por Fernandão e deve mesmo fazer sua aguardada estreia neste sábado, diante do Vasco. No clube, ninguém esconde a expectativa.

"O Diego Forlán se saiu muito bem no treino coletivo. A qualidade dele não precisa nem comentar. É diferenciado. Claro que agora a perna começa a pesar um pouco, nesta fase final de preparação física. Vamos fazer um trabalho especial para ele nos próximos dias, para que ele possa readquirir ritmo de jogo. Se tudo correr bem, vai estrear no sábado contra o Vasco", disse o técnico.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.