Fernandão reconhece atuação ruim do Inter em derrota para a Ponte Preta

Treinador, ainda ameaçdo no cargo, não consegue fazer o time reagir e deve ficar sem a Libertadores

AE, Agência Estado

12 de novembro de 2012 | 10h18

CAMPINAS - O técnico Fernandão não escondeu a decepção com a atuação do Internacional na derrota por 1 a 0 para a Ponte Preta, sofrida no último domingo, em Campinas, onde a equipe gaúcha viu as suas chances de classificação para a Copa Libertadores ficarem bastante reduzidas. O resultado deixou o time com 51 pontos, na oitava colocação, a oito do São Paulo, último time do G4 da tabela de classificação, a três rodadas para o fim do Campeonato Brasileiro.

Fernandão até reconheceu que o Inter buscou o ataque com frequência, mas sem a competência necessária para poder marcar os gols que precisava. "Estivemos sempre em cima, mas sem contundência. Erramos muito passes e demos o contra-ataque para o adversário. Vamos continuar trabalhando e corrigindo os erros para buscar a vitórias nas partidas restantes", disse o treinador.

O lateral-direito Edson Ratinho também admitiu que o Inter ficou devendo uma atuação melhor no Estádio Moisés Lucarelli. "É complicado explicar (a derrota), pois treinamos forte durante a semana. Perdemos mais uma vez para os nossos próprios erros", lamentou.

Já o atacante Cassiano, que substituiu o volante Josimar no decorrer da partida do último domingo, preferiu focar o confronto diante do Corinthians, no próximo domingo, pela 36.ª rodada do Brasileirão, a ficar lamentar a derrota. "Agora é trabalhar e tentar a vitória no Beira-Rio", projetou.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolBrasileirãoInterFernandão

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.