Fernandes promete que 2016 será o ano da sua 'afirmação' no Botafogo

Promessa das divisões de base do Botafogo, Fernandes foi bastante aproveitado na última temporada pelos técnicos René Simões e Ricardo Gomes, mas ainda não conseguiu conquistar seu espaço entre os titulares. Na pré-temporada, ele vem treinando entre os reservas, com Rodrigo Lindoso e Bruno Silva largando na frente na luta pelas vagas de volante do time. Fernandes, porém, não desanima e promete conquistar seu espaço em 2016, admitindo que oscilou quando foi utilizado no ano passado.

Estadão Conteúdo

20 Janeiro 2016 | 10h53

"É um momento de bastantes testes e a briga no meio-campo está muito boa. A gente tem que trabalhar firme a cada dia para estar preparado para agarrar a oportunidade quando ela aparecer. Acredito que 2016 é um ano de afirmação do meu futebol. Ano passado eu oscilei muito e nessa temporada tenho que estar bem para segurar a oportunidade e não soltar mais. Acho que foi mais pela idade, aconteciam coisas que eu jamais tinha vivido. Por isso oscilei um pouco, mas já ficou no passado e o foco é evoluir mais a cada dia", disse.

Fernandes já disputou 36 jogos pelo Botafogo, marca que poderia ser ainda maior se ele não tivesse sofrido uma torção no tornozelo no ano passado. O volante garante que o problema está superado e destaca a "bagagem" adquirida na disputa da Série B em 2015 para garantir que tem condições de se firmar no time em 2016.

"Estou totalmente recuperado e não sinto mais nada. Agora é trabalhar mais a cada dia e focar em cada treino para poder ajudar o Botafogo. Ano passado fiz a minha primeira pré-temporada como profissional, uma temporada de aprendizado. Uma grande fase que levo muitas coisas como lição. Agora é dar continuidade e evoluir", comentou.

Realizando a sua pré-temporada no Espírito Santo, o Botafogo disputará na tarde desta quarta-feira um jogo-treino contra o Rio Branco de Venda Nova. No domingo, será a vez de encarar a Desportiva em um amistoso.

Mais conteúdo sobre:
futebolBotafogoFernandes

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.