Fernando Baiano volta no 2º semestre

Por ironia, o substituto de Luizão no ataque do Corinthians no segundo semestre poderá ser Fernando Baiano, um jovem centroavante que sofreu a mesma contusão: lesão nos ligamentos do joelho direito. Fernando contundiu-se em janeiro, durante a disputa do Torneio Rio-São Paulo, e foi operado por Joaquim Grava, médico que também está acompanhando o caso de Luizão. "O Fernando vem se recuperando muito bem e em três ou quatro meses poderá voltar a treinar com bola", informou Grava. "Depois disso, ficará à disposição do treinador, sem nenhum problema".O atacante vem fazendo fisioterapia. Psicologicamente o jogador também está recuperado, segundo o médico do Corinthians. Em mais uma coincidência com o caso de Luizão, Fernando Baiano vivia a expectativa de uma transferência para um clube da Europa quando se machucou. Segundo o vice-presidente de Futebol do Corinthians, Antonio Roque Citadini, o clube chegou a ser sondado sobre a possibilidade de vender o passe do jogador no início do ano, mas as negociações não avançaram. Um dos clubes que se interessaram pelo jogador, antes da contusão, foi do Brasil: o Grêmio, que propõs a troca de Paulo Nunes pelos passes de Fernando e do lateral-esquerdo Kléber. A proposta foi rejeitada pelo Corinthians, que cedeu o passe de Luiz Mário em troca do de Paulo Nunes. O Guarani, de Campinas, também tentou as contratação do atacante e do lateral-esquerdo. O Corinthians contratou o goleiro Gléguer, mas não cedeu suas promessas ao time de Campinas. Contusões como as de Luizão e Fernando Baiano têm sido freqüentes no futebol brasileiro. E, nos últimos tempos, no Corinthians. O meio-campista Marcos Sena e o volante Gilmar - que já não está no clube - ficaram um semestre afastados do futebol, com o mesmo problema. No São Paulo, o zagueiro Rogério Pinheiro e Raí viveram drama semelhante ao de Luizão e voltaram a jogar. Rogério é atualmente titular da equipe. Raí encerrou carreira, mas sua decisão não teve relação com problemas físicos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.