Ricardo Moraes/Reuters
Ricardo Moraes/Reuters

Fernando Diniz destaca coragem do São Paulo ao encarar o Flamengo

Técnico destaca grande atuação da equipe na goleada sobre o time carioca

Redação, O Estado de S.Paulo

01 de novembro de 2020 | 20h46

O técnico Fernando Diniz acredita que a goleada do São Paulo por 4 a 1 sobre o Flamengo, neste domingo, no Maracanã, foi fruto de muita coragem por parte da equipe tricolor e também uma forma de recompensar o torcedor. 

"Foi uma grande partida, contra um grande treinador e adversário. Time que estava invicto havia doze jogos, com nove vitórias. É um grande presente para a torcida do São Paulo, que tem um domingo feliz. Vale agradecer muito aos jogadores também. Para jogar assim no Maracanã e vencer da maneira que venceu é preciso muita coragem. É desfrutar um pouco e concentrar para quarta-feira (confronto contra o Lanús, pela Copa Sul-Americana)", analisou o treinador. 

O treinador voltou a assegurar que o São Paulo briga pelo título nas três competições que disputa, o Brasileirão, Copa do Brasil e Sul-Americana. "A vitória solidifica mais o trabalho e principalmente saber conduzir essa vitória para frente. É saber depurar o que teve no jogo, corrigir falhas e procurar melhorar. O São Paulo, de fato, vai brigar sempre em todas competições. Campeonato não acabou. Agora é melhorar o time e descansar os jogadores", completou. 

Apesar do discurso, ele garante que a ordem é manter os pés no chão e saber lidar com as críticas e com o bom momento. "O grupo de jogadores tem de conduzir para ter confiança sempre. Não é a vitória de 4 a 1 que traz confiança em primeiro plano. É mostrar para os jogadores que o time tem qualidades que de fora ninguém vê quando empata e perde. O que traz confiança é trabalhar com lucidez, coragem e dar a vida. Confiança é no trabalho, não pela vitória", analisou. 

Na quarta-feira, o São Paulo já tem mais um importante desafio. O time de Fernando Diniz enfrenta o Lanús, no Morumbi, pelo jogo de volta da Sul-Americana. Na primeira partida, a equipe brasileira perdeu por 3 a 2. Por isso, precisa vencer por dois gols de diferença para se classificar ou por um gol, desde que seja por 1 a 0 ou 2 a 1. Se vencer por 3 a 2, a decisão será nos pênaltis e vitória por um gol, mas levando três gols ou mais (4 x 3 ou 5 x 4, por exemplo), o time está eliminado. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.