Rubens Chiri/São Paulo
Rubens Chiri/São Paulo

Fernando Diniz planeja primeira semana cheia de trabalho no São Paulo

Novo treinador quer usar tempo com o grupo para passar o que pretende do time daqui para frente

Redação, O Estado de S.Paulo

30 de setembro de 2019 | 04h30

Depois de fazer sua estreia no comando do São Paulo após apenas um treino e conquistar um empate fora de casa contra o Flamengo, Fernando Diniz já faz planos para sua primeira semana inteira de trabalhos. O time tricolor volta a campo no próximo sábado, 17h, no Pacaembu, em partida que marcará o primeiro duelo contra Rogério Ceni no posto de técnico na cidade de São Paulo.

"Já vamos colocar nessa semana, que são uns três treinos. Na segunda os jogadores se recuperam e na véspera não podemos fazer quase nada. O plano é já dar uma cara daquilo que pretendemos no time. Treinar algumas coisas no meu padrão de posse... Essa semana é ir colocando as ideias aos poucos", explicou Diniz.

O novo comandante também comentou o fato de seu nome ter passado pelo aval dos jogadores antes da diretoria fazer uma proposta para sua contratação. "É um reconhecimento de um trabalho de dez anos. Minha vida é de dedicação para oferecer o melhor aos jogadores, para tirar o melhor deles. A transformação do futebol aqui no Brasil parte dos jogadores. A gente conseguir oferecer boas condições em todos os sentidos para que eles consigam prosperar".

ALEXANDRE PATO

Conhecido por seu estilo de jogo ofensivo e que valoriza a posse de bola, Diniz também foi questionado sobre onde Alexandre Pato vai atuar quando estiver recuperado do estiramento na coxa direita. Sem falar taticamente, o treinador optou por elogiar o atacante.

"Para mim é super tranquilo ter jogadores de qualidade, ainda mais a dele. Vou falar o que falei para os jogadores, o Pato era para ter disputado duas Copas e estar indo para a terceira pelo imenso talento que tem. Onde ele entra não é o mais importante, mas sim ele ter condições e voltar para termos um jogador de qualidade jogando."D

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.