Fernando Diniz também deixa o Santos

O técnico Gallo já está começando a promover mudanças no time do Santos. Depois da saída do zagueiro Antônio Carlos, a vítima da vez foi o volante Fernando Diniz. Oficialmente, o jogador, que estava junto com o elenco na concentração em Atibaia mas não vinha sendo aproveitado na temporada, foi dispensado hoje do clube, após um acordo com os dirigentes. "A saída dele foi opção minha", disse o treinador sobre o caso. Gallo diz que vai pedir que a diretoria contrate mais dois jogadores para reposição do elenco, que disputará várias competições simultâneas nesse ano. "Só vamos poder inscrever novos jogadores na Libertadores nas quartas-de-final, mas é claro que vou querer atletas para substituir àqueles que sairam", disse o treinador santista. A perspectiva é de que alguns atletas deixem o Santos antes do início do Campeonato Brasileiro. Gallo já garantiu que a diretoria do clube está procurando contratar jogadores experientes e de gabarito para a segunda parte da temporada e está otimista com a possibilidade contar com reforços importantes para o nacional. O fato deixa o ambiente do Santos mais tenso, especialmente para jogadores que não vem atuando na equipe por contusão ou por opção técnica, como o volante Zé Elias, que ficou três meses sem jogar por causa de uma cirurgia no joelho. O atleta diz que não se abalou com os boatos de uma possível rescisão de contrato que o rondaram durante a fase de sua recuperação. "Já passei por essa situação milhares de vezes. Todo fim de ano é troca de treinador e lista de dispensas", diz o jogador. "O melhor a fazer é não se incomodar com isso porque senão a pressão pode afetar o rendimento e piorar tudo."

Agencia Estado,

01 de abril de 2005 | 20h17

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.