Werther Santana|Estadão
Werther Santana|Estadão

Fernando Diniz vira 'Lucas Lima' nos treinos do Osasco Audax

Técnico é quem simula papel do meia ao treinar a marcação

Ciro Campos, O Estado de S. Paulo

07 de maio de 2016 | 07h00

A incerteza da presença do meia Lucas Lima, do Santos, na final deste do Campeonato Paulista, na Vila Belmiro, não alterou a rotina de treinos no Osasco Audax. Nas atividades fechadas ao longo da semana, a equipe continuou a ensaiar como anular o santista e quem fez o papel do armador nos trabalhos com os titulares foi o técnico Fernando Diniz.

Ex-atacante, ele costuma atuar como jogador quando precisa simular saídas de bola ou testar a marcação contra os adversários. Nos trabalhos recentes, Diniz atuou como Lucas Lima, ao carregar a bola e fazer movimentos e passes parecidos aos do santista, enquanto pedia aos comandados atenção à marcação.

A precisão nos lançamentos de Diniz e a forma como realizou os testes chamaram a atenção do elenco. O treinador prefere fazer treinos fechados, sem a presença dos jornalistas, para manter segredo sobre as estratégias e também para ter liberdade para dar broncas nos jogadores quando necessário.

Durante toda a semana o elenco ficou concentrado em Sorocaba, em um local afastado da cidade e que foi usado pela Argélia durante a Copa do Mundo. "Aqui é o melhor lugar que achamos para treinar o time, se concentrar para a final e sair do burburinho que existe em São Paulo", afirmou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.