Carlos Gregorio Jr./vasco.com.br
Carlos Gregorio Jr./vasco.com.br

Fernando Miguel lamenta derrota do Vasco, mas aponta um 'saldo positivo'

Goleiro tenta ver o lado positivo após o time ser superado pelo Fluminense

Redação, Estadão Conteúdo

29 de agosto de 2020 | 22h33

O Vasco sofreu sua primeira derrota sob o comando do técnico Ramon Menezes e também no Campeonato Brasileiro. Neste sábado à tarde, foi superado pelo Fluminense, por 2 a 1, no Maracanã, pela sexta rodada. Apesar de reconhecer que o time não conseguiu impor seu ritmo de jogo, o goleiro Fernando Miguel ressaltou a luta do elenco até o fim e classificou o saldo até agora como positivo.

"Acho que a gente não conseguiu envolver o adversário e não fomos muito ao campo deles, com a bola controlada e transição rápida. Mas vamos continuar trabalhando, o saldo até aqui é positivo. Não queríamos perder o clássico, valorizamos cada partida, mas os clássicos mais ainda. Nossa tônica é não desistir jamais e mostramos isso no segundo tempo. Buscamos, lutamos, mas infelizmente não conseguimos ao menos o empate", lamentou.

Os dois gols do Fluminense foram em chutes de fora da área, marcados por Dodi, nos primeiros minutos, e Fred, já na etapa final. Neste segundo, houve a sensação de que a bola era defensável. Perguntado sobre isso, Fernando Miguel evitou fazer uma autocrítica e destacou a força do chute do atacante adversário.


"Não sei (se era defensável), tenho que fazer uma avaliação depois de ver a imagem. Na hora a bola fugiu, um chute violento do Fred também. Quando saltei, ela deu uma balançada e não consegui efetuar a defesa", argumentou.


Com um jogo a menos - 6 a 5 - e dez pontos, o Vasco volta a campo na próxima quarta-feira, às 21h30, quando visita o Santos, na Vila Belmiro, pela sétima rodada.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.