Rafael Ribeiro/CBF
Rafael Ribeiro/CBF

Fernando recebe dicas de Felipão e promete se sair bem em amistoso

Jogador de apenas 21 anos se diz preparado para cumprir os requisitos de Felipão

ALMIR LEITE, Agência Estado

19 de março de 2013 | 12h09

GENEBRA - O volante Fernando já sabe exatamente o que Luiz Felipe Scolari quer dele na seleção brasileira. Eles tiveram uma conversa na segunda-feira e o treinador disse-lhe como gosta que um volante se comporte nos times que dirige: força na marcação, para proteger zagueiros e laterais e também um bom passe, para facilitar a vida dos responsáveis pela criação de jogadas ofensivas.

E Fernando diz estar preparado para fazer aquilo que Felipão quer. Com 21 anos e apenas na segunda convocação para a seleção principal, ele mostra tranquilidade com a perspectiva de jogar na quinta-feira, contra a Itália, em amistoso que será realizado em Genebra. "Cada treinador tem a sua filosofia e o Felipão já me passou a dele. Creio que vou me sair bem. Gosto de marcar e também consigo sair para o jogo, para dar um apoio aos laterais e meias", definiu-se o volante gremista nesta terça-feira, antes do treino da seleção brasileira realizado no Centre Sportif de Coloray, em Nyon, em frente à sede da Uefa.

Ele está consciente da missão espinhosa que pode ter de executar, mas considera ter motivos de sobra para não perder a confiança. "Eu tenho bastante experiência nas seleções de base (foi inclusive campeão mundial sub-20 em 2011), e apesar de ter apenas 21 anos estou com quase 150 partidas no Grêmio. E lá tem jogadores como o Zé Roberto e o Elano, que já disputaram Copas do Mundo e conversam muito comigo", enumerou.

Para Fernando, porém, o fato de ter no momento a preferência de Felipão não representa uma consolidação. Isso porque, na opinião do gremista, o Brasil tem vários volantes de qualidade. "O técnico pode fechar o olho na hora de convocar que vai acertar, na minha posição tem muitos jogadores que qualidade. Vou procurar o meu espaço", encerrou.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolseleção brasileiraFernando

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.