Divulgação
Divulgação

Fernando Santos renova contrato com seleção portuguesa até a Euro de 2020

Treinador chamou a atenção após conquistar a competição continental deste ano

Estadão Conteúdo

19 de julho de 2016 | 16h48

A Federação Portuguesa de Futebol (FPF) informou nesta terça-feira que renovou contrato com o técnico Fernando Santos para comandar a seleção do país até a Eurocopa de 2020, quando também termina o mandato do presidente da entidade, Fernando Gomes.

O treinador chamou a atenção de diversos clubes após levar a seleção portuguesa à conquista inédita da competição continental, encerrada no último dia 10, na França. O Beijing Guoan, da China, clube onde atuam os brasileiros Ralf e Renato Augusto, teria oferecido um contrato de dois anos no valor de 8 milhões de euros (cerca de R$ 29 milhões), quatro vezes mais do que ele recebia na seleção portuguesa antes da renovação.

Fernando Santos concederá uma entrevista coletiva na próxima quinta-feira para comentar sobre o novo contrato e falar sobre as expectativas, como por exemplo, garantir a vaga portuguesa na Copa do Mundo de 2018, na Rússia.

No comando da seleção portuguesa desde 2014, Fernando Santos começou a carreira de treinador em 1987 com o Estoril, onde permaneceu por sete anos. Depois passou por Estrela Amadora e Porto, para em seguida, em 2001, deixar o seu país pela primeira vez para trabalhar no futebol grego.

Trabalhou no AEK Atenas e Panathinaikos entre 2001 e 2003. Retornou para Portugal, onde treinou o Sporting por uma temporada, quando recebeu novo convite do AEK. Em 2006 e 2007 dirigiu o Benfica e voltou mais uma vez para a Grécia. Trabalhou no PAOK entre 2007 e 2010 e recebeu o convite para treinar a seleção grega entre 2010 e 2014. Após a Copa no Brasil, foi convidado para substituir Paulo Bento, hoje técnico do Cruzeiro, no comando da seleção portuguesa.

Notícias relacionadas

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.