Fernando Torres: não esperávamos tantas dificuldades

Artilheiro da Copa do Mundo da Alemanha, com três gols, o atacante Fernando Torres disse, nesta segunda-feira, que a seleção espanhola não esperava tanta dificuldades para bater a Tunísia, por 3 a 1, e garantir a classificação antecipada às oitavas-de-final."Foi mais difícil do que esperávamos, mas é importante ganhar de qualquer forma. O time mostrou espírito de luta e não se abalou porque saiu perdendo", disse. "À medida que os atacantes continuarem seu trabalho, nós progrediremos no torneio", acrescentou.Para o atacante Raúl, que entrou no jogo no início da etapa complementar e anotou o primeiro gol dos espanhóis, a Copa só vai começar após o confronto com a Arábia Saudita, na sexta-feira. "Já estamos classificados às oitavas, agora (segunda fase) vai começar o verdadeiro torneio e teremos que dar o máximo", analisou o jogador.Ele se tornou o terceiro jogador da "Fúria" a marcar cinco vezes em Mundiais - igualou a marca de Fernando Morientes, Fernando Hierro e Emilio Butragueño. "Era importante marcar para a equipe, que necessitava de um gol para ficar mais tranqüila e solta na partida".O avante do Real Madrid também reconheceu que o confronto não foi fácil. "Sofremos muito com o gol e por causa da ansiedade em marcar, estávamos afobados na hora de chegar ao ataque. Estamos confiantes. Sabemos sofrer".Já o meia Cesc Fábregas disse que "sofreu muito" na vitória de virada. "Tentamos dar mais velocidade (ao entrar no segundo tempo), jogar com mais fluência e no final tudo foi bem", comentou o atleta do Arsenal, que foi um dos melhores jogadores em campo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.