Toshifumi Kitamura/AFP
Toshifumi Kitamura/AFP

Fernando Torres se despede do futebol no Japão em jogo contra Iniesta e Villa

Espanhol está no Sagan Tosu desde julho do ano passado, quando deixou o Atlético de Madrid

Redação, Estadão Conteúdo

22 de agosto de 2019 | 13h34

O atacante Fernando Torres fará sua despedida do futebol, nesta sexta-feira, em jogo válido pela liga japonesa. O espanhol vai defender pela última vez o Sagan Tosu em um duelo contra o Vissel Kobe, time no qual atuam Andrés Iniesta e David Villa, seus ex-companheiros de seleção espanhola. Uma cerimônia no gramado será realizada após o jogo.

Torres está no futebol japonês desde julho do ano passado, vindo do Atlético de Madrid. O jogador decidiu pela aposentadoria em junho, apesar do seu contrato com o Sagan Tosu tenha validade até o fim do ano. "Quando tomei a decisão, estava certo de que era a melhor atitude", disse o atacante, que afirmou não estar mais em condições de atuar em alto nível, durante entrevista ao canal DAZN, nesta quinta-feira, após seu último treino.

Iniesta, que chegou ao futebol japonês poucos meses antes de Torres, classificou o amigo como uma "pessoa exemplar". "Conheço o Torres há muito tempo e é muito curioso que seu último jogo seja no Japão e eu possa participar", afirmou o ex-jogador do Barcelona.

Apesar do clima festivo, as duas equipes passam por momentos ruins no Campeonato Japonês e brigam para fugir da zona de rebaixamento. O Vissel Kobe é apenas o 15.º colocado, com 26 pontos, enquanto o Sagan Tosu, em 16.º lugar, acumula 24.

Torres atuou 38 vezes na liga japonesa e marcou sete gols. O último, dia 14, foi diante do Kashiwa Reysol, na prorrogação, que garantiu a equipe na quarta rodada da Copa do Imperador.

Aos 35 anos, 18 deles no futebol profissional, "El Niño", como é conhecido o jogador, ostenta conquistas importantes em sua carreira como duas Eurocopas e um Mundial pela seleção, além de uma Liga dos Campeões pelo Chelsea e uma Liga Europa pelo Atlético de Madrid. Fernando Torres, que também teve passagens pelo Liverpool e Milan, vai assumir um cargo na diretoria do Sagan Tosu.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.