Lucas Merçon/Fluminense
Lucas Merçon/Fluminense

Ferraz não quer saber da 'sombra' de Gum e Bruno Silva elogia Diniz

Zagueiro e volante foram apresentados nesta segunda-feira pelo Fluminense

Redação, Estadão Conteúdo

07 de janeiro de 2019 | 18h42

Já em meio à pré-temporada, que começou na última quinta-feira, o Fluminense apresentou nesta segunda dois reforços para 2019. Após o treinamento no CT Pedro Antônio, na zona oeste do Rio de Janeiro, o zagueiro Matheus Ferraz e o volante Bruno Silva vestiram a camisa do clube tricolor pela primeira vez e deram entrevista coletiva ao lado de Paulo Angioni, diretor executivo de futebol.

Acertado desde dezembro, Matheus Ferraz chega ao Fluminense justamente após a saída do capitão Gum, que não chegou a um acordo com a diretoria para renovar contrato. Vindo do América-MG, o zagueiro não quer saber da "sombra" do líder do elenco em 2018.

"Ele ficou 10 anos no Fluminense, conquistou títulos e fez história. Não venho com pensamento de substituir um jogador. Vim para ajudar, fazer o meu melhor e fazer a minha história. O Fluminense está se preparando e queremos fazer um grande ano", afirmou o zagueiro de 33 anos, que era capitão do América-MG e se colocou à disposição do técnico Fernando Diniz. "Tenho a minha liderança, a minha experiência e o meu trabalho. Vou ajudar assim".

O zagueiro acumula passagens por Santos, Criciúma, Sport e Goiás, além do América-MG. Vestindo a camisa do clube mineiro, atuou em 35 partidas durante o ano passado. Ele interessava ao Fluminense há muito tempo. "Foi final de 2015 (a procura do Fluminense). Eu tinha apalavrado com o Sport e não quis mudar. Procurei seguir o que tinha combinado. Agora, apareceu novamente a oportunidade", finalizou.

Quem também veio de Minas Gerais foi Bruno Silva, que defendeu o Cruzeiro em 2018. O volante, envolvido em uma troca por Jadson, espera reencontrar o bom futebol mostrado no Botafogo entre 2016 e 2017. "Chego feliz aqui. Conheço a história e a tradição do clube. Minha passagem pelo Botafogo mostrou a minha característica. No Cruzeiro, eu aprendi muito. Mas teve muitas coisas extra-campo e eu joguei fora da minha posição, eu fiquei devendo. Agradeço a oportunidade do Fluminense e vou mostrar que eu sou aquele do Botafogo", afirmou.

Mesmo com pouco tempo de trabalho, Bruno Silva já fez elogios ao novo treinador do Fluminense. "(Fernando Diniz) É um cara sensacional. Trabalhador, respeita todo mundo. Ele aceita ter diálogo com o jogador. A primeira impressão é ótima, eu já tinha ouvido falar muito bem dele. Ele é vencedor, quer ganhar sempre", completou.

Com Matheus Ferraz e Bruno Silva, o Fluminense já tem cinco reforços contratados para 2019. Além deles, o lateral-direito Ezequiel e os atacantes Mateus Gonçalves e Luis Felipe foram confirmados. O colombiano Yony Gonzalez, por sua vez, é um que está perto de finalizar a sua transferência para jogar no ataque tricolor.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.