Ferreira cobra definição do Santo André

Depois de perder 8 jogadores importantes e ainda assim seguir com bons resultados na Copa do Brasil, o Santo André pode ficar também sem seu técnico. Luiz Carlos Ferreira participou nesta quinta-feira de uma primeira reunião com a diretoria para decidir se fica ou não no clube.Apesar de estar fazendo um bom trabalho à frente do Santo André, Luiz Carlos Ferreira, que teve seu contrato expirado no dia 14 de março, quer acertar se fica ou não no clube, já que os times de Série A e B do Brasileiro estão definindo seus elencos para a disputa do campeonato."A intenção é permanecer, uma vez que o trabalho que vem sendo feito está dando frutos. No entanto, se for para não ficar, tenho que resolver logo para dar tempo de começar a trabalhar sem os campeonatos em andamento", explicou o treinador.Luiz Carlos Ferreira continuou no Santo André neste período por causa do avanço do time na Copa do Brasil. E chegou a recusar duas propostas. Com a diretoria do clube não planejou que a equipe chegasse tão longe, fez contratos até o final do Paulistão.Assim, já deixaram o clube jogadores como o volante Cléber Gaúcho, os meias Fumagalli e Vander, os laterais Alexandre e Claudio e os atacantes Edmílson, Fábio Reis e Jean Carlo.Apesar disso, Luiz Carlos Ferreira continua trabalhando. Na quarta-feira, a equipe enfrenta o Guarani em Campinas, pelas oitavas-de-final da Copa do Brasil - o jogo de dia foi 1 a 1. "Diante das dificuldades que temos enfrentado e da qualidade do time do Guarani, acho que não poderíamos ter feito melhor. Só lamento os vinte minutos finais, quando poderíamos ter decidido o jogo em nosso favor. Mas o time é jovem e corremos estes riscos", explicou o treinador.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.