Ferreira é ?rebaixado? para manter a fama

O treinador Luiz Carlos Ferreira é um personagem diferente no futebol paulista. Com 52 anos, Ferreira foi um limitado zagueiro do juvenil do América de Rio Preto, cidade onde nasceu, não tendo seqüência em sua carreira de treinador e, após formar-se em Educação Física, no final dos anos 70, passou a atuar como auxiliar do treinador Cláudio Garcia, trabalhando em grandes times como Fluminense e Cruzeiro, além de ter estado no Oriente Médio. Na volta, já em meados dos anos 80, resolveu abraçar a carreira solo e acabou se transformando em mito, seja pelos resultados que vem conquistando, seja pela forma de portar, estando sempre elétrico, se preocupando com todo que acontece dentro do clube.Leia mais no O Estado de S. Paulo

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.