Ferreira mantém o mistério no Guarani

Como sempre misterioso, o técnico Luiz Carlos Ferreira não quis revelar a escalação do Guarani após o coletivo realizado nesta quinta-feira, na Estância Santa Filomena, em Jarinu (interior de São Paulo). Mas tudo leva a crer que ele vai mesmo adotar o esquema 4-4-2, reforçando o meio de campo com quatro volantes contra a Portuguesa, neste sábado, no Canindé. O mais provável é que o volante Umberto entre no lugar do atacante Edmilson, suspenso com três cartões amarelos. Para manter três atacantes, o garoto William entraria ao lado de Wágner e Jonas. Na defesa, João Leonardo está confirmado na vaga de Andrei, com uma lesão muscular. Na manhã desta quinta, os jogadores assistiram a vários vídeos com jogos da Portuguesa. O time fará um recreativo nesta sexta e, após o almoço, seguirá para São Paulo, onde ficará concentrado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.