Ari Ferreira/ Reb Bull Bragantino
Ari Ferreira/ Reb Bull Bragantino

Ferroviária e Red Bull Bragantino ficam no empate em Araraquara pelo Paulistão

Equipes fazem jogo movimentado, mas não conseguem sair de campo com os três pontos

Redação, Estadão Conteúdo

06 de fevereiro de 2022 | 22h59

Num jogo movimentado, Ferroviária e Red Bull Bragantino empataram por 1 a 1, neste domingo à noite, na Arena da Fonte Luminosa, em Araraquara, pela quarta rodada do Campeonato Paulista. Ainda invicta, a equipe da casa soma seis pontos na vice-liderança do Grupo B, enquanto o time de Bragança Paulista lidera o Grupo D, com sete pontos.

O jogo começou aberto e equilibrado. O visitante, porém, saiu na frente aos 12 minutos com o meia Miguel, pela primeira vez como titular do time de Bragança Paulista. O garoto de 18 anos, formado na base do Fluminense, recebeu no lado esquerdo, perto da linha lateral, levantou a cabeça e chutou em diagonal. A bola ganhou efeito e morreu no ângulo esquerdo de Saulo.

No intervalo, ele explicou o lance: "A gente treina muito este tipo de jogada. Nós temos bons chutadores e desta vê eu também acertei", explicou, tirando a possibilidade de ter sido um gol sem querer.

Alguns minutos depois, o técnico Elano Blumer fez uma correção no seu esquema tático. Tirou um dos zagueiros Arthur para a entrada do volante Guilherme Nunes. Desta forma, equilibrou as ações em campo e passou a empurrar o Bragantino para seu campo defensivo.

A melhor chance do empate saiu aos 45 minutos. Após escanteio pelo lado esquerdo, Bruno Mezenga se antecipou à defesa e testou firme e forte. A bola tirou tinta da trave direita de Cleiton, que só ficou torcendo para a bola não entrar.

O segundo tempo recomeçou equilibrado e mais intenso. Hygor errou o chute de virada para a Ferroviária, aos 6, e Sorriso respondeu com chute forte defendido por Saulo aos 10. O empate saiu aos 20. Após escanteio do lado esquerdo, há um desvio de cabeça no primeiro pau e Guilherme Nunes aparece do outro lado para cabecear para as redes.

O gol deu mais confiança à Ferroviária que passou a ter mais domínio e a criar mais chances de gol. O goleiro Cleiton salvou o Bragantino com duas grandes defesas aos 37, em chute de Orejuela, e, aos 39, numa bomba de Bruno Mezenga pelo alto. Depois disso, ninguém mais se arriscou.

Na quarta-feira, os times voltam a campo pela quinta rodada. A Ferroviária vai receber a Ponte Preta e o Red Bull Bragantino também atuará em casa, diante da Inter de Limeira.

FICHA TÉCNICA:

FERROVIÁRIA 1 x 1 RED BULL BRAGANTINO

FERROVIÁRIA - Saulo; Bernardo, Arthur (Guilherme Nunes), Bruno Leonardo, Didi e João Lucas; Rafael Luiz, Uilliam Corrêa e Gegê (Orejuela); Bruno Mezenga e Hygor (Vidal). Técnico: Elano Blumer.

RED BULL BRAGANTINO - Cleiton; José Hurtado, Fabrício Bruno, Léo Ortiz e Luan Cândido; Jadsom silva, Praxedes (Eric Ramires) e Miguel (Hyron); Artur (Bruno Tubarão), Alerrandro (Gabriel Novaes) e Sorriso (Helinho). Técnico: Maurício Barbieri.

GOLS - Miguel, aos 12 minutos do primeiro tempo. Guilherme Nunes, aos 20 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Arthur, Didi e Guilherme Nunes (Ferroviária); José Hurtado e Eric Ramires (Red Bull Bragantino).

ÁRBITRO - Raphael Claus.

RENDA - R$ 20.775,00.

PÚBLICO - 1.314 pagantes.

LOCAL - Arena Fonte Luminosa, em Araraquara (SP).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.