Raul Ramos/Agência Botafogo
Raul Ramos/Agência Botafogo

Ferroviária ganha em Ribeirão Preto e deixa Botafogo na degola do Paulistão

Equipe de Araraquara faz 2 a 1, no fechamento da terceira rodada do Estadual

Redação, Estadão Conteúdo

28 Janeiro 2019 | 22h49

A Ferroviária conquistou a primeira vitória no Campeonato Paulista, nesta segunda-feira, ao bater o Botafogo, no Estádio Santa Cruz, em Ribeirão Preto, por 2 a 1, em partida válida pela terceira rodada. De quebra, o time de Araraquara deixou o rival na zona de rebaixamento.

Com o resultado, a Ferroviária chegou aos mesmos quatro pontos do Corinthians, no Grupo C, que tem o Bragantino na liderança, com cinco. No entanto perde nos critérios de desempate e está na terceira posição. Já o Botafogo é o lanterna do Grupo D, com um, e penúltimo colocado na classificação geral, à frente apenas do São Bento.

Botafogo e Ferroviária fizeram um primeiro tempo muito movimentado. O time da casa teve a posse de bola, mas não conseguiu usá-la para ser superior. A equipe de Araraquara criou as principais jogadas de perigo e acabou abrindo o placar aos 16 minutos. Maurinho tabelou com Tony e chutou no canto esquerdo de Rodrigo Viana.

Antes do gol, a Ferroviária precisou superar uma lesão de Arthur Henrique logo aos sete minutos, e segurar as arrancadas de Pimentinha, que deu trabalho ao seu sistema defensivo, ainda que sem conseguir furar o bloqueio.

E a Ferroviária não construiu um placar ainda mais elástico devido ao goleiro Rodrigo Viana, que conseguiu segurar um chute à queima-roupa de Maurinho. O time visitante pressionou principalmente nos minutos finais, mas esbarrou na defesa do Botafogo.

O segundo tempo teve boas chances de ambos os lados. Em um chute de longe distância de PH, Rodrigo Viana defendeu em dois tempos. O Botafogo respondeu em um bonito arremate de Rafael Costa, que parou no goleiro Tadeu.

O Botafogo jogou a Ferroviária para o seu campo de defesa e, depois de tanto insistir, empatou. Aos 22 minutos, após cobrança de escanteio, a bola ficou viva dentro da área. Ednei apareceu de surpresa e chutou para o fundo das redes.

Mas não demorou para a Ferroviária jogar um balde de água fria na reação do Botafogo. Três minutos depois do gol marcado por Ednei, Élton aproveitou a cobrança de escanteio para cabecear para o gol.

Em vantagem, a Ferroviária começou a administrar o resultado, segurando a bola no campo defensivo do Botafogo. No entanto, ficou muito perto de fazer o terceiro. Tony saiu de frente de Rodrigo Viana, que fez um milagre, evitando um resultado ainda pior.

Na próxima rodada, o Botafogo enfrentará o Novorizontino na quinta-feira, às 17 horas, no Estádio Jorge Ismael de Biasi, em Novo Horizonte. No mesmo dia, às 21h, a Ferroviária vai receber o Ituano, na Fonte Luminosa, em Araraquara.

FICHA TÉCNICA

BOTAFOGO 1 X 2 FERROVIÁRIA

BOTAFOGO - Rodrigo Viana; Maicon Silva, Ednei, Plínio e Pará; Willian Oliveira, Diones (Wellington Bruno), Renan Oliveira (Bruno Moraes) e Leonan (Marlon Freitas); Pimentinha e Rafael Costa. Técnico: Léo Condé.

FERROVIÁRIA - Tadeu; Diogo Mateus, Rayan, Élton e Arthur Henrique (Julinho); PH, Tony, Felipe Ferreira (Jorge Eduardo) e Felipe Mateus (Higor Meritão); Maurinho e Uilliam. Técnico: Vinícius Munhoz.

GOLS - Maurinho, aos 16 minutos do primeiro tempo. Ednei, aos 22, e Élton, aos 25 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Thiago Duarte Peixoto.

CARTÃO AMARELO - PH (Ferroviária).

RENDA - R$ 82.085,00.

PÚBLICO - 6.466 torcedores.

LOCAL - Estádio Santa Cruz, em Ribeirão Preto.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.