Reprodução / SporTV
Reprodução / SporTV

Ferroviário-CE pede anulação de jogo da Copa do Brasil e divulga pix para doações

Equipe foi prejudicada pela arbitragem contra o América-MG ao não ter gol validado nas cobranças de pênaltis

Redação, O Estado de S.Paulo

18 de abril de 2021 | 17h37

O STJD confirmou que recebeu um pedido do Ferroviário-CE pela anulação do jogo da equipe tricolor contra o América-MG pela Copa do Brasil. O time cearense acredita ter sido prejudicado pela arbitragem, já que na decisão por pênaltis, a cobrança do atacante Adílson Bahia bateu no travessão e pingou no chão dentro da linha, mas o juiz Vinícius Gonçalves Dias Araújo não deu o gol. Não havia VAR para corrigir o erro. O clube mineiro se classificou ao final da disputa.

No documento, o Ferroviário pede que o resultado da partida não seja homologado e que nova partida entre as duas equipes seja disputada. Também pede que seja adiado o sorteio da terceira fase da Copa do Brasil, marcado para a próxima sexta (23/04). O presidente do STJD, Otávio Noronha, analisará os pedidos.

Caso passasse de fase, o Ferroviário receberia R$ 1,7 milhão da CBF como premiação pela classificação. Com uma folha de cerca de R$ 300 mil, a premiação poderia quitar cerca de seis meses dos salários do clube.

Por conta disso, torcedores do Ferroviário iniciaram um movimento de doações voluntárias para o clube para amenizar o prejuízo. O clube agradeceu o apoio recebido nas redes sociais e divulgou uma chave pix para receber as doações.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.