Festa: Santos enfrenta time do Chico

Os torcedores do Santos terão um dia para matar saudades das conquistas do time no passado, quando tinha Pelé e outros craques deslumbrando o mundo. Neste sábado o clube encerra as comemorações de seus 93 anos e programou muita festa. Às 11 horas, inaugura a Calçada da Fama, que terá placas homenageando os jogadores que conquistaram o bi-campeonato mundial, com a presença de muitos deles, como Zito, Coutinho e outros. Para fechar, uma partida entre os verereanos no Santos e o Politeama, a equipe de Chico Buarque de Holanda. Será às 16 horas na Vila Belmiro e o ingresso é um quilo de alimento. De um lado, craques do passado como Edu, Lima, João Paulo e de outro, além do músico, intelectuais como o escritor José Roberto Torero e o compositor Carlinhos Vergueiro. Os portões serão abertos às 14 horas e, como o jogo é beneficente, os alimentos coletados serão doados ao programa Mesa Brasil do Sesc de Santos. Os santistas poderão também comemorar aniversários importantes de títulos conquistados pelo time, como os 70 anos do primeiro campeonato conquistado, o Paulista de 1935. Outro: o cinqüentenário de outro título Paulista, o de 55, início da era de outro do clube. Também os 40 anos do pentacampeonato brasileiro, de 61 a 65, serão comemorado, com homenagem aos jogadores dessa época. A Calçada da Fama é um projeto antigo e que vai homenagear os atletas campeões mundiais pelo clube, com placas homenageando craques do passado como Pelé, Pepe, Coutinho Mauro Ramos, Almir, Olavo, Zito e outros. Lula, o técnico da época, e Athié Jorge Coury também serão lembrados. A calçada ficará em frente ao Memorial das Conquistas e, segundo a coordenadora, Denise Covas Borges, foram estudadas várias calçadas da fama e a opção foi pela colocação de placas, "pois têm maior durabilidade e dá para homenagear a todos, inclusive os já falecidos,como Mauro e Toninho".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.